Conheça os Arautos
Mensagem do Pe. Alex

Nossa expansão e o poder das chaves

Aprovaçao - arautos em Roma
Dia 22 de fevereiro de 2003, os Arautos do Evangelho completam seu segundo aniversário como associação internacional de direito pontifício. Nesse curto período, tiveram um surpreendente desenvolvimento em nosso País e no Exterior.

 No Brasil, o número de suas casas dobrou, quadruplicou o de jovens aspirantes e tomou corpo o setor de cooperadores, com a constituição de irmandades em vários estados. No Exterior, sua ação se dilatou desde a Europa do Leste até os mais remotos confins da Ásia e da África, completando 41 países nos cinco continentes.

evangelizaçaoÀs suas formas já consagradas de evangelização, vieram se acrescentar outras com excelente resultado. Devem ser citadas em especial as Missões Marianas, efetuadas em Paróquias por todo o território nacional; o projeto .Semear., uma realização em parceria com a Casa do Pobre Nossa Senhora de Copacabana, da Arquidiocese do Rio de Janeiro, para dar assistência e formação a jovens em situação de risco; o apostolado do Oratório do Imaculado Coração de Maria, para promover a religiosidade dentro dos lares; e a fundação de colégios e academias em diversos países.

 Como explicar uma tal aceleração no crescimento?

Sine me nihil potetis facere. . Sem mim, nada podeis fazer (Jo 15, 5). Eis a primeira razão: em várias capelas dos Arautos do Evangelho, vem se estabelecendo a Adoração Perpétua ao Santíssimo Sacramento. De Jesus Eucarístico, através da poderosa intercessão de Maria Santíssima, provém as graças de fervor espiritual e de expansão apostólica.

 Mas há uma outra causa de capital importância: o Poder das Chaves, recebido por São Pedro do Divino Salvador: Eu

Nossa Senhora do Bom Conselho

Nossa Senhora do Bom Conselho

te darei as chaves do Reino dos céus: tudo o que ligares na terra ser á ligado nos céus, e tudo o que desligares na terra será desligado nos céus. (Mt 16, 19). O esplêndido florescimento de nossa associação resulta, em boa medida, de sua elevação à categoria de instituição de direito pontifício.

 Registrando aqui esse decisivo marco na história dos Arautos do Evangelho, resta-nos apenas voltar nosso olhar a Jesus e, por meio de Maria, Lhe dirigirmos um hino de ação de graças.

(Revista Arautos do Evangelho, Fev/2003, n. 14, p. 5)

Leave a Reply